18 de outubro de 2016

O nome disso é RACISMO

Alisa esse cabelo. Você já fez escova? E chapinha? Progressiva? Quando você acorda seu cabelo fica como? Qualé o pente que te penteia? Você penteia seu cabelo?
O bom de você ser morena é que não precisa usar protetor solar.
Você pode disfarçar esse seu beiço fazendo aquela técnica de contorno com lápis das Kardashian.
Nossa, mas precisa falar toda hora da cultura africana? Que exagero.
Gosto de você mesmo sendo gordinha e pretinha.
A Camila entende de macumba, pergunta pra ela.
Cor-de-rosa não combina com tom de pele, gente de cor não pode usar rosa...
E como você faz quando molha o seu cabelo?
Seu nariz é um pouco inadequado.
Você não é negra, você é parda. Negro é quem tem cabelo ruim.
Tu já é pretinha... Tem que emagrecer um pouco pra se encaixar e arranjar um estágio.
Mas você faz mesmo questão de deixar seu cabelo pro alto, né?
Você usa o cabelo assim agora porque tá na moda.
Ahhhhh, ela é sua mãe? Nossa! Não parece.
Tem um ditado que quando preto não caga na entrada ele caga na saída, né? Você tem que mostrar o trabalho em dobro.
Você é parda, tem que dar graças a Deus.
Você tem sorte porque neguinha não tem câncer de pele.
A dona da casa está aí? Deixa eu falar com a sua patroa?

Ela é tua mãe mesmo ou você é adotada?

Nossa, mas você não parece nada com a sua família.
Moça, esse aí é o elevador social, o de serviço é aquele outro ali. 
Corta esse cabelo que você arranja um emprego rapidinho. 
Se você quer tanta representatividade assim vai ler a revista Raça.
Muita vitimização da sua parte. Me chamavam de branquela na escola.
Que preta é você que não sabe sambar? Rebola aí.
Perdeu alguma coisa? Deve estar no cabelo da Camila.

Você não tem nada a ver com a sua mãe e 
nem com o seu irmão. 

Quem tem cabelo ruim precisa trabalhar de coque e passar gel.
Sai daqui sua preta macaca. Vai chorar?
A sua entrada do prédio não é essa, é a de serviço. 
Sabe qual a semelhança entre bandido e cabelo crespo? É que ou tá preso ou tá armado. 
Sabe com quem você parece? Com aquela mulher dos cinquenta centarro do Zorra Total.
A Camila tem vergonha do pai dela porque ele é negro.
A vaga de recepcionista foi preenchida, mas tem a de faxineira e seu perfil se encaixa, o que você acha?  
E verdade que o gozo de mulher negra tem cheiro mais forte?
Você é ridícula, menina. Até a sua gengiva é preta. Parece um toco de merda em cima dos dentes. 

Eu escutei tudo isso pelo menos uma vez na vida. Algumas coisas foram recebidas com a potencia de um soco no estomago. Outras eu tenho que lidar diariamente desde pequena. Indagações que ouço desde pequena e que me fizeram crescer com a sensação de despertencimento da minha própria mãe. Fofocas que inventaram, questionamentos descabidos, piadas sem graça. O nome disso é racismo

Aparentemente a vergonha do meu pai era tanta 
que até selfie em 2005 a gente já fazia. 


Temos uma ideia de que só é racismo quando falamos de escravidão ou negros usando banheiros separados. Precisamos reconhecer o racismo diário e desnaturalizar essas coisas. Não é normal questionar o cabelo, questões familiares e se intimidar com a autoestima alheia. Estou expondo essas situações porque elas não acontecem só comigo, faz parte do cotidiano de tantas outras pessoas negras. Chega de falar "não sou todas negas", chamar cabelo crespo de cabelo ruim, miniminizar as questões raciais com "mimimi". 

Cabelo rosa na adolescência - 2003.

Presumir que uma pessoa negra não pode ser dona de um comércio ou que não temos poder de compra. Vamos parar com essa história que todos os negros se conhecem e moram no mesmo lugar. Ou essa mania das pessoas brancas tem de fazer comparações com pessoas negras que nada tem a ver uma com a outra. PÁRA! Já me falaram que sou parecida desde Zezé Motta até Woopi Goldberg, só pelo fato de pertencemos a mesma raça. Isso causa um desconforto, é um "elogio" completamente desnecessário. 

Minha cara quando me chama de Neusa Soares. 

Escrevo essas linhas no intuito de expor esses comentários "inofensivos" e conscientizar as pessoas do quão mal elas podem fazer uma criança sentir-se em relação a sua cor. Uma mesma pergunta repetida por diferentes pessoas acerca de um assunto pode gerar consequências ruins pro individuo. Tudo isso faz parte de um comportamento coletivo e fruto do racismo que está institucionalizado em nosso cotidiano. Eu deixei de sorrir em fotos em certa época porque um idiota disse que minha gengiva tinha cor de bosta! O nome disso é racismo e precisamos dar um basta.

Essa é minha família e se ela te causa desconforto 
isso é um problema TEU.


PS: não tem nada de errado ser filha adotiva ou faxineira, a abordagem é que pessoas brancas não sofrem esses questionamentos. 

6 comentários:

Narciza Adelina Rocha disse...

Você me fez lembrar que na infância do Guilherme ele passou por psicólogo, e a psicóloga antes de começar a terapia queria conhecer a família, e ai após a entrevista com o meu marido, ela fez o seguinte comentário "Você não me falou que seu marido era negro" Fiquei espantada e falei mas o que isso tem haver, ela balançou a cabeça e não falou mais nada.

Marcela disse...

Genteeeeeeee... Essa psicóloga merecia um tapão!

Marcela disse...

Genteeeeeeee... Essa psicóloga merecia um tapão!

Juliana Vieira disse...

Camis, mais uma vez tu arrebentou. Não da pra mensurar ou comparar. É muito foda ver isso. O que mais me chocou foi o comentário à sua gengiva ...que coisa mais triste! Cada vez mais te admiro !

Helen. disse...

Uma vez, quando tinha 10 anos, eu estava andando na rua de boa e uma menina q eu nuncaaaaaa vi na vida me parou e perguntou: "vc é filha da fulana de tal", aí eu falei "sou sim, pq?", ai essa pessoa, q sequer sabia quem era, falou: "não parece, vc é preta e ela é branca, vc é adotada né?" E eu tipo " O.O?" Eu realmente queria saber o q passa na cabeça de alguém pra falar uma merda dessas.

Texto maravilhoso como sempre ❤️

Alê Rocha disse...

Camila realmente são situações que temos que enfrentar de cabeça erguida, porque somente aqueles que sabe da nossa raiz, quando digo raiz quero dizer de onde viemos, qual a educação que tivemos e tudo o que foi construído para que chegássemos onde chegamos, é que merece nossos ouvidos, pois infelizmente as pessoas são más e quando dizem algo, não se importam a quem vai ferir, simplesmente a opinião que deveria ser guardada para si, acha que deve ser expressada... Me impressiono não com que as pessoas dizem, pois isso acontece as claras, mas com a sua coragem de expor algo muito pessoal e que infelizmente muitos não temos, e isso eu generalizo, pois há vários tipos de racismo e que muitas vezes são abafados com o preconceito que de pior possa vir.
Sinto pesar pelas opiniões que não deveriam ser expressadas, por essas pessoas sinto pesar, mas agradeço pois de uma forma ou de outra te fizeram mais forte, mais capaz e uma menina linda, que Deus abençoe você e sua família que amo de todo o meu coração e que o Senhor continue te dando coragem em tudo o que fizer, meus parabéns por isso!!